BENVINDOS ÁS MISTURAS DE SENTIMENTOS SUBSTANCIAIS MERAMENTE VERBALIZADOS

Meus verbos substanciais
Simples, onde houve o que haveria de ser o sonho eternizado se mostrou sol e lua... ou a noite de costas.
Numa dança insana, se envolveram e se mostraram cruéis e paralelamente acolhedores aos maltrapilhos esfarrapados.
Não quis saber a que veio e veio deixar a ver navios...
Os navios foram porta-aviões, mas eles nele somente decolavam!
Descolaram os encantos e arrebataram os desejos!
Trouxeram os ensejos nas páginas de miséria,
Misericordioso sobrevivente da mesmice.
Se declaram expressivos os pobres incompetentes dependentes da inspiração.
Sobreviverão por mim, enquanto eu sobreviver.
Pequenas páginas, sermos bons amigos.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009


Sempre haverá um sorriso... ainda que como loucos desvairados. Mas sempre terno de esperanças!

Um comentário:

  1. Parabéns meu amigo!
    "É sempre bom quando fala o coração"

    Adoro-te

    ResponderExcluir

Acredite, se expressar é sensacional!